Resenha do Livro Celebração da Disciplina

Tempo de leitura: 3 minutos

O autor Richard J. Foster é um teólogo cristão e autor da Quaker tradição. Seus escritos falam para um amplo público cristão. Ele foi professor na Friends University e pastor na Evangelical Friends churches. Foster reside em Denver, Colorado. Obteve o seu diploma de graduação na Universidade George Fox, em Oregon e seu doutorado em Teologia Pastoral no Seminário Teológico Fuller.

O livro celebração da disciplina é um livro que nos ensina o caminho para o crescimento espiritual de uma forma bem bíblica, procura apontar um caminho de crescimento através das disciplinas devocionais e espirituais, como se fossem a porta de entrada para a liberdade. Dividido em três partes, sendo a primeira parte fala sobre as disciplinas interiores importantes no processo de transformação interior, nesta parte o autor trata de disciplinas como Meditação, Oração, Jejum e Estudo. Para o autor a meditação cristã é a habilidade de ouvir a voz de Deus e atender à sua vontade. É através da meditação que criamos o espaço que permite a Cristo edificar em nosso coração o seu santuário.
O autor destaca que se orarmos como convém poderemos mudar o rumo da história e do mundo. A oração é a principal via usada por Deus para transformar-nos e possibilitar que enxerguemos as coisas do ponto de vista de dEle. O jejum é a próxima disciplina espiritual. A riqueza da experiência do jejum somado a Palavra de Deus resulta numa quebra de limites na esfera espiritual e proporciona um verdadeiro banquete. A disciplina do estudo apresenta quatro passos: repetição, concentração, compreensão e a reflexão. O estudo da Palavra de Deus prioriza a interpretação e diferencia-se da simples leitura devocional da Bíblia que prioriza a sua aplicabilidade.
A Segunda parte ela trata das disciplinas Exteriores Divididas em Simplicidade e Solicitude. O autor de nos convida a viver uma vida de liberdade e não de servidão. Utiliza diversos textos bíblicos para nos mostrar que devemos estar livres das ansiedades da vida e buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça e crer que as demais coisas nos serão acrescentadas. A disciplina da solicitude nos ensina a ouvir a voz de Deus e permite-nos a estarmos verdadeiramente presentes com as pessoas quando estamos com elas.
Acopladas as disciplinas interiores e exteriores temos as disciplinas associadas que são: Confissão, Adoração, Orientação e Celebração. O autor nos mostra que A confissão nos libera para uma vida de cânticos e adoração a Deus como resposta à iniciativa do Criador em nos proporcionar o perdão e restauração. A adoração nos prepara para uma vida de orientação no meio de uma comunidade que está sob o senhorio do Espírito Santo, por fim a disciplina da celebração como forma de festividade que traz alegria para a vida e entrelaça o nosso fortalecimento a partir da alegria.
Finalizo aqui com um sentimento de querer mais, pois o livro traz de uma forma muito simples, ao meu ver, os tipos de disciplinas da vida, fazendo-nos olhar de uma outra, forma nossas atitudes com as disciplinas interiores assim como as demais.

Deixe uma resposta